Segredos medicinais das plantas amazônicas

Foto: Shutterstok


Fonte: Portalamazonia

Quais doenças as plantas amazônicas são capazes de curar? Antes mesmo de pesquisadores iniciarem estudos relacionados ao assunto, o homem amazônico já utilizava as ervas da região na medicina tradicional. Riquezas como estas dão orgulho até para quem nasceu fora da Amazônia.
Natural do interior de São Paulo, o professor e pesquisador Moacir Biondo, almejava desbravar a Amazônia ainda na infância. “Desde pequeno, eu tinha um grande desejo de conhecer a região. Quando jovem, comprei uma mochila coloquei nas costas e cheguei aqui”, contou.
Ao chegar na Amazônia, Biondo concretizou a paixão pela Floresta. “Naquele tempo, vir para a Amazônia era a mesma coisa que dizer que vai para o Japão atualmente. Era muito distante. Chegando aqui, conheci todos os estados da região. Daí nasceu essa vontade de estudar/pesquisar as plantas medicinais da região, conhecer os seus segredos e mistérios, atividade que pratico até hoje”, destacou.
Plantas medicinais
Populações tradicionais da Amazônia buscam na medicina alternativa a cura ou tratamento para diversas doenças. Segundo o cientista do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Ruan Revila, na região existem cinco mil plantas, destas 1.500 são medicinais.
De acordo o pesquisador, no início da colonização os acompanhantes dos colonizadores já usavam as plantas medicinais para curar doenças. Ele acredita que, por meio da literatura, as pessoas passam a ter conhecimento do efeito das plantas medicinais. Com 40 anos de pesquisa sobre plantas amazônicas, o pesquisador afirmou que a tradição passa de geração para geração.
Para evitar o uso indiscriminado de plantas medicinais, a Portaria nº 3.916/GM, do Ministério da Saúde,  criou o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos que prevê o uso de ervas em tratamentos de saúde. Outra Resolução da Comissão Interministerial de Planejamento e Coordenação – CIPLAN Nº 08, de 08/03/1988, regulamenta a prática de Fitoterapia nos serviços de saúde do país.
Foto: Arquivo Portal Amazônia

Pesquisas revelam potencial
O conhecimento tradicional também norteia pesquisas na região. O doutor em biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Renilto Frota Corrêa, estudou três plantas amazônicas com potencial para a Odontologia. A partir das pesquisas, Corrêa e sua equipe criaram dez produtos que combatem a cárie dentária.


Nenhum comentário:

Postar um comentário